sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Viagem ética

Realmente, a minha proposta [em A Jangada de Pedra] é romper a dicotomia Norte-Sul com uma viagem que não seria física, mas sim ética. A Europa tem de olhar o Sul como um lugar que explorou, que colonizou e tem de reverter esse dano.

“Yo no he roto con Cuba”, Rebelión, 12 de Outubro de 2003
In José Saramago nas Suas Palavras

Para ver nas paredes do Campo das Cebolas

'O heroico no ser humano é não pertencer a um rebanho." A frase do Nobel da Literatura, José Saramago, encabeça uma série "sentenças" proferidas por si ou pela sua mulher, Pilar del Rio, que desde 17 de janeiro estão graffitadas na nave do Campo das Cebolas, em Lisboa. A intervenção urbana promovida pela JumpCut, em parceria com a Dedicated Store Lisboa e apoiada pela Galeria de Arte Urbana da autarquia, fica estrategicamente ao lado da futura Fundação Saramago.
Os writers Ayer, Nomen, Nark e Pariz também desenharam outras citações: "Sempre chegamos aonde nos esperam", "Mais vale fazer asneira mas avançarmos do que não fazermos nada", "Na Sociedade atual falta-nos filosofia, precisamos do trabalho de pensar", "Sabemos muito mais do que achamos e podemos muito mais do imaginamos", "Temos de eliminar a palavra cansaço do nosso dicionário pessoal", "O caos é uma ordem por decifrar".


Fonte: http://aeiou.visao.pt/