quinta-feira, 23 de setembro de 2010

‎"Muitas vezes esquecemos o que gostaríamos de poder recordar, outras vezes, recorrentes, obsessivas, reagindo ao mínimo estímulo, vêm-nos do passado imagens, palavras soltas, fulgurância, iluminações, e não há explicações para elas, não as convocámos, mas elas estão aí.  - AS PEQUENAS MEMÓRIAS -

Um comentário:

  1. às vezes entendo alguns escritores assim como nossos cúmplices...rs....

    ResponderExcluir